segunda-feira, 30 de junho de 2008

Eu espero... Acontecimentos!


A ansiedade que sinto agora é algo que quase sai do meu peito.
Uma vontade não sei de que...
Uma inquietação tão grande...
Algo que me corrói de forma avassaladora.
Espero que algo realmente forte me aconteça...
Tanta coisa me passa pela cabeça...

Eu espero... Acontecimentos.
Mas espero mais ainda que, quando acontecê-los,
a festa não seja em outro apartamento.

3 comentários:

Aline Dias disse...

sabe. era exatamente o que eu precisava ler.

Thatha disse...

Nossa muito lindo o poema, eu também so assim as vezes esperando alguma coisa que eu nem sie o que é, minha ansiedade também é muito grande

An@Lu disse...

adorei!!!
sao tantas as vezes que eu me sinto assim...